Problemas de ereção: 10 dicas para acabar de vez com esse problema - Conversa Pra Homem

Mulheres Bem Resolvidas - Dicas e novidades para tornar a homem mais preparado

Problemas de ereção: 10 dicas para acabar de vez com esse problema

A princípio, um dos maiores temores dos homens é ter dificuldades de ereção. Apesar de ser um problema bastante comum entre a população masculina, a disfunção erétil ou impotência ainda é cercada de tabus.

A saber, os homens que sofrem com essa condição sentem que sua masculinidade fica menor e, por vergonha, não procuram ajuda, o que só piora a situação. Mas como a disfunção erétil pode ser tratada?

No texto de hoje, eu vou dar algumas dicas para você acabar de vez com os problemas de ereção! Confira!

Problemas de ereção - os distúrbios ocorrem quando você não pode alcançar ou manter uma firme o suficiente para ter relações sexuais.

O que são os problemas de ereção?

Quando os homens despertam sexualmente, hormônios, músculos, nervos e vasos sanguíneos trabalham juntos para criar uma ereção.

Então, os sinais, enviados do cérebro para o pênis, estimulam os músculos a relaxar. Isso, por sua vez, permite que o sangue flua para o tecido do pênis.

Aliás, quando o sangue enche o pênis e uma ereção é alcançada, os vasos sanguíneos penianos se fecham para que a ereção seja mantida. Após a excitação sexual, eles se abrem novamente, permitindo que o sangue saia.

Desse modo, em algum momento da vida de um homem, ele pode ter dificuldade em alcançar ou manter uma ereção.

Enfim, os distúrbios ocorrem quando você não pode alcançar ou manter uma firme o suficiente para ter relações sexuais.

Esses problemas também são conhecidos como:

É mais comum do que se imagina

Em uma pesquisa encomendada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) ao Ibope, 59% dos homens brasileiros de 40 a 69 anos relataram a experiência de já terem falhado na cama.

Além do mais, o levantamento revelou ainda que, para 12% dos homens nessa faixa etária, a disfunção erétil é um problema recorrente.

No grupo dos homens com mais de 60 anos, a parcela dos que já tiveram episódios de impotência pula para 71%.

Impacto no relacionamento

Ter problemas de ereção de tempos em tempos não é necessariamente um motivo de preocupação.

Porém, se a disfunção erétil é um problema contínuo, pode causar estresse, afetar sua autoconfiança e contribuir para problemas de relacionamento.

Entre os homens que afirmam terem tido episódios de impotência, 48% dizem temer o impacto da falha de ereção em seu relacionamento com a companheira ou companheiro.

Além de tudo, os problemas para obter ou manter uma ereção também podem ser um sinal de uma condição de saúde subjacente que precisa de tratamento e um fator de risco para doenças cardíacas.

Problemas de ereção - as causas dos problemas de ereção podem ser físicas, psicológicas ou uma combinação das duas.

Causas comuns dos problemas de ereção

Sobretudo, as causas dos problemas de ereção podem ser físicas, psicológicas ou uma combinação das duas.

Causas físicas

As causas físicas dos problemas de ereção são mais comuns em homens mais velhos.

Enfim, eles ocorrem devido a distúrbios que podem afetar os nervos e vasos sanguíneos responsáveis ​​por causar uma ereção. As mais comuns são:

  • Doença cardíaca;
  • Vasos sanguíneos obstruídos (aterosclerose);
  • Colesterol alto;
  • Pressão alta;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Síndrome metabólica – uma condição que envolve aumento da pressão arterial, altos níveis de insulina, gordura corporal na cintura e colesterol alto;
  • Mal de Parkinson;
  • Esclerose múltipla;
  • Certos medicamentos prescritos;
  • Uso do tabaco;
  • Doença de Peyronie – desenvolvimento de tecido cicatricial dentro do pênis;
  • Alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias;
  • Distúrbios do sono;
  • Tratamentos para câncer de próstata ou aumento da próstata;
  • Cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou medula espinhal.

Causas psicológicas dos problemas de ereção

O cérebro desempenha um papel fundamental no desencadeamento de uma série de eventos físicos que causam uma ereção, começando com sentimentos de excitação sexual.

Com toda a certeza, várias coisas podem interferir nos sentimentos sexuais e causar ou piorar a disfunção erétil. Esses incluem:

  • Depressão, ansiedade ou outras condições de saúde mental;
  • Estresse;
  • Problemas de relacionamento devido ao estresse, falta de comunicação ou outras preocupações.

Fatores de risco

À medida que você envelhece, as ereções podem levar mais tempo para se desenvolver e podem não ser tão firmes.

Assim, você pode precisar de um toque mais direto no seu pênis para obter e manter uma ereção.

Posteriormente, vários fatores de risco podem contribuir para os problemas de ereção, incluindo:

  • Condições médicas, particularmente diabetes ou doenças cardíacas;
  • O uso do tabaco, que restringe o fluxo sanguíneo às veias e artérias pode, com o tempo, causar condições crônicas de saúde que levam à disfunção erétil;
  • Estar acima do peso, especialmente se você é obeso;
  • Certos tratamentos médicos, como cirurgia de próstata ou tratamento de radiação para câncer;
  • Lesões, principalmente se danificam os nervos ou artérias que controlam as ereções;
  • Medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar pressão alta, dor ou condições da próstata;
  • Condições psicológicas, como estresse, ansiedade ou depressão;
  • Uso de drogas e álcool, especialmente se você é usuário de drogas a longo prazo ou bebe muito.

Complicações

Antes de tudo, as complicações resultantes dos problemas de ereção podem incluir:

  • Uma vida sexual insatisfatória;
  • Estresse ou ansiedade;
  • Embaraço ou baixa autoestima;
  • Problemas de relacionamento;
  • A incapacidade de engravidar sua parceira.
Problemas de ereção - à medida que você envelhece, as ereções podem levar mais tempo para se desenvolver e podem não ser tão firmes.

Como evitar os problemas de ereção?

1. Tenha uma dieta balanceada

Uma dieta ruim para o coração de um homem também não é boa para sua capacidade de ter ereções, viu?

Primeiramente, pesquisas mostram que os mesmos padrões alimentares que podem causar ataques cardíacos, devido ao fluxo sanguíneo restrito nas artérias coronárias, também podem impedir o fluxo sanguíneo para dentro do pênis.

Olha, esse fluxo é necessário para que o pênis fique ereto!

Dietas que incluem poucas frutas e vegetais e muitos alimentos gordurosos, fritos e processados, podem contribuir para a diminuição da circulação sanguínea em todo o corpo.

Além do mais, estudos recentes mostram que a disfunção erétil é incomum entre os homens que têm uma dieta, que inclui frutas, legumes, grãos integrais, gorduras saudáveis ​​para o coração, incluindo nozes e azeite, peixe.

2. Mantenha um peso saudável

Estar acima do peso pode trazer muitos problemas de saúde, incluindo diabetes tipo 2, que pode causar danos nos nervos por todo o corpo.

Se o diabetes afeta os nervos que suprem o pênis, pode resultar em problemas de ereção.

3. Evite pressão alta e colesterol alto

O colesterol alto ou a pressão alta podem danificar os vasos sanguíneos, incluindo aqueles que levam sangue ao pênis. Eventualmente, isso pode levar aos problemas de ereção.

Se o seu colesterol ou pressão arterial estiver fora de controle, faça com que seja tratado!

Além do mais, os medicamentos para pressão arterial podem dificultar a ereção.

Mas os médicos dizem que muitos casos de disfunção erétil que são atribuídos a esses medicamentos são realmente causados ​​por danos arteriais resultantes da pressão alta (também chamada de hipertensão).

4. Beba álcool com moderação

O consumo excessivo de álcool crônico pode causar danos no fígado, danos nos nervos e outras condições – como interferir no equilíbrio normal dos níveis de hormônios sexuais masculinos. Isso pode levar a problemas de ereção.

5. Exercite-se regularmente

Fortes evidências vinculam um estilo de vida sedentário à disfunção erétil.

Por exemplo, corrida, natação e outras formas de exercícios aeróbicos foram mostradas para ajudar a prevenir os diversos problemas de ereção.

Ademais, a obesidade aumenta os riscos de doenças vasculares e diabetes, duas principais causas de disfunção erétil. E o excesso de gordura interfere com vários hormônios que também podem fazer parte do problema.

6. Mantenha controle da testosterona

Em primeiro lugar, mesmo em homens saudáveis, os níveis de testosterona geralmente começam a cair acentuadamente por volta dos 50 anos.

Todos os anos após os 40 anos, o nível de testosterona de um homem geralmente cai cerca de 1,3%.

Certamente sintomas como falta de desejo sexual, mau humor, falta de resistência ou problemas na tomada de decisões sugerem uma deficiência de testosterona, assim como ereções sem brilho. O seu médico pode verificar isso.

7. Evite esteroides anabolizantes

Essas drogas, que são frequentemente utilizadas por atletas e fisiculturistas, podem encolher os testículos e prejudicar sua capacidade de produzir testosterona.

8. Pare de fumar

Certamente fumar cigarros pode prejudicar os vasos sanguíneos e reduzir o fluxo sanguíneo para o pênis.

Segundo pesquisas, o tabagismo aumenta em 85% o risco de impotência sexual.

9. Evite sexo arriscado

Acredite ou não, alguns casos de disfunção erétil decorrem de lesões penianas que ocorrem durante o sexo. Por isso, evitar certas posições pode ajudar.

Aliás, pode ser desconfortável, mas considere conversar com seu médico sobre o que fazer e, o mais importante, o que não fazer.

10. Cuidado com o estresse

O estresse psicológico aumenta os níveis do hormônio adrenalina, que contrai os vasos sanguíneos.

Assim, isso pode ser uma má notícia para uma ereção.

De fato, qualquer coisa que um homem possa fazer para aliviar a tensão e se sentir melhor emocionalmente, provavelmente dará um grande impulso à sua vida sexual.

Exercícios de Kegel 

Antes de mais nada, um forte assoalho pélvico aumenta a rigidez durante as ereções e ajuda a impedir que o sangue saia do pênis pressionando uma das veias principais!

Estudos afirmam que três meses de exercícios de Kegel, também conhecido como pompoarismo masculino, duas vezes ao dia, combinados com mudanças de estilo de vida – parar de fumar, perder peso, limitar álcool – pode ser a solução para os problemas de ereção!

Como aumentar o tempo de ereção?

Nesse vídeo, eu dou algumas dicas simples para aumentar o tempo de ereção! Confira!

Não desanime

Caso você estiver preocupado, sofrendo com problemas de ereção, converse com seu médico – mesmo se estiver envergonhado.

Às vezes, tratar uma condição subjacente é suficiente para reverter a disfunção erétil! Por outro lado, em outros casos, podem ser necessários medicamentos ou outras soluções mais diretas.

O importante é que você enfrente o problema e se esforce para seguir o tratamento. 

Quer saber mais dicas de para evitar e tratar a disfunção erétil?

Baixe agora mesmo o meu e-book! Confira exercícios simples para durar mais no sexo e encantar sua parceira!

Gostou do artigo? Tem mais alguma dica que queira compartilhar com a gente? Deixe seu comentário aqui abaixo! Terei prazer de conversar com você!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *