Ponto G feminino: como estimular a zona de prazer das mulheres - Conversa Pra Homem

Mulheres Bem Resolvidas - Dicas e novidades para tornar a homem mais preparado

Ponto G feminino: como estimular a zona de prazer das mulheres

Um assunto que até hoje causa muito polêmica é o famoso Ponto G. O que ele é? Onde fica? E, principalmente, será que ele realmente existe?

Essas perguntas têm intrigado homens e cientistas desde que o ponto G foi identificado pela primeira vez pelo pesquisador alemão Ernst Gräfenberg, na década de 1940.

Se você faz parte desse grupo que não sabe exatamente o que é o Ponto G feminino, montamos um pequeno passo a passo para você não ficar perdido!

E também vamos dar dicas de como estimular a zona de prazer das mulheres!

Podemos dizer que o Ponto G feminino é uma zona erógena localizada dentro da vagina que pode produzir sensações bastante intensas.

No texto de hoje, vamos falar sobre:

  • O que significa “ponto G feminino”?
  • Novidades
  • Entendendo um pouco mais
  • Como encontrar o ponto G dela?
  • Como estimular o ponto G?
  • Como levar isso ao próximo nível?
  • Posições Sexuais que ajudam a encontrar o ponto G feminino
  • Conclusão.

O que significa “ponto G feminino”?

O ponto G, também conhecido como ponto de Gräfenberg, em referência ao ginecologista alemão Ernst Gräfenberg, é caracterizado como uma zona erógena da vagina que, quando estimulada, pode conduzir a elevados níveis de excitação sexual, com intensos orgasmos e uma potencial ejaculação feminina.

Existe uma grande discussão na comunidade científica sobre a real existência do ponto G, já que muitas pessoas seguem as informações de livros que visam o público popular.

O ponto G feminino somente entrou para o conhecimento do público leigo um ano mais tarde, com a publicação do livro de Alice Kahn Ladas, “The G Spot and Other Recent Discoveries About Human Sexuality.” – “O Ponto G e outras recentes descobertas sobre a sexualidade humana”.

Mas, pouco tempo depois da publicação de Ladas, muitos profissionais ginecologistas criticaram publicamente a sua exatidão e veracidade.

Novidades

No entanto, há pouco tempo os cientistas afirmaram que descobriram que o ponto G é uma parte muito real da anatomia da mulher.

A descoberta foi documentada em exames de ressonância magnética e biópsias por médicos.

Irwin Goldstein, MD, diretor de medicina sexual do Hospital Alvarado, em San Diego, e editor-chefe do Journal of Sexual Medicine afirma que, graças a esta nova pesquisa, sabemos agora que cada mulher é capaz de experimentar prazer sexual mais concentrado – incluindo orgasmos poderosos.

Entendendo um pouco mais

Primeiramente, podemos dizer que o Ponto G feminino é uma zona erógena localizada dentro da vagina que pode produzir sensações bastante intensas. Ele se localiza aproximadamente de 5,1 a 7,6 cm (2 a 3 polegadas) acima da parte frontal (anterior) da parede vaginal, entre a abertura vaginal e o canal da uretra, sendo que é uma área sensitiva da genitália feminina.

Aliás, as sensações do ponto G foram descritas por algumas mulheres como as mais intensas do que aquelas que elas sentem por meio da estimulação do clitóris. É como uma sensação quente e que ressoa profundamente por todo o corpo.

Ademais, mesmo os especialistas, que sempre acreditaram no ponto G, não tinham certeza se era uma glândula distinta ou apenas a coleção de terminações nervosas que se estendia da parte inferior do clitóris.

Mas, eis algo que os pesquisadores têm certeza: o G é sua própria entidade, semelhante a um órgão do corpo masculino.

Como qualquer outra coisa relacionada ao sexo, as preliminares são primordiais. Por isso, concentre-se em beijar e acariciar os lábios, seios, bumbum e outros pontos quentes não genitais de sua parceira por vários minutos antes de começar a trabalhar.

O ponto G é composto de tecido que incha quando fica excitado. Se ela já está excitada, inegavelmente será muito mais fácil encontrar essa zona erótica.

Curiosamente, o G é conhecido como a próstata feminina, porque o tecido circunda uma área que produz substâncias químicas semelhantes às produzidas pela próstata masculina – uma glândula que cria fluido para nutrir o esperma.

O Ponto G feminino é uma zona erógena localizada dentro da vagina que pode produzir sensações bastante intensas.

Como encontrar o ponto G?

Preliminares primeiro!

Você quer apimentar ainda mais o relacionamento com a sua parceira?

Então é hora de encontrar o ponto G feminino!

Antes de mais nada, certifique-se de que suas mãos estejam limpas e suas unhas cortadas, porque você as colocará em um local muito sensível. Devido à sua localização escondida, os dedos geralmente são mais eficazes em encontrar e estimular o ponto G.

Dica: Mesmo que sua parceira esteja úmida devido às preliminares, algumas gotas de lubrificante podem tornar as coisas mais confortáveis ​​para ela.

Como encontrar o ponto G dela?

O ponto G feminino fica localizado cerca de 2 centímetros dentro da vagina, na parte superior da parede vaginal.

Portanto, se a sua parceira estiver de costas e você inserir um dedo com a palma da mão voltada para o teto, o “lado superior” da vagina é o ponto que você tocará, curvando o dedo em um movimento de “venha”, quase como se estivesse tentando acariciar o umbigo por dentro.

Por isso, se você está tendo problemas, faça com que ela coloque os joelhos próximos aos seios para dar aos seus dedos melhor acesso.

Como estimular o ponto G?

Agora que você já sabe onde o ponto G feminino está, como você o estimula?

Assim como você não forçaria o seu pênis inteiro para dentro dela em um único movimento, você deve trabalhar o dedo devagar e suavemente. Contudo, não empurre vigorosamente.

Assim, uma vez que ela pareça confortável com o dedo dentro dela, use o mesmo movimento para massagear suavemente a parte superior de sua vagina com a ponta do dedo.

Por isso, se você sentir uma área com nervuras ou textura, você está no caminho certo para o ponto G! Você saberá que o encontrou porque vai parecer um inchaço em forma de feijão e pode ser mais texturizado do que o tecido ao redor.

Segundo passo

Em segundo lugar, acaricie o ponto G em um movimento rítmico, testando diferentes velocidades e quantidades de pressão até encontrar o que ela mais gosta. Se ela não está dando feedback, não aumente o ritmo nem aumente a pressão. Pergunte a ela como é a sensação e ajuste seus movimentos de acordo.

Além do mais, há uma chance de ela não gostar de como se sente, especialmente se a mesma teve problemas para encontrar seu próprio ponto G no passado.

Se este for o caso, aborte a missão e tente novamente outra vez. Pode levar várias tentativas, ou o ponto G pode simplesmente não ser o que a deixa excitada.

Como levar isso ao próximo nível?

Se você trabalhou com sucesso até o ponto G feminino, e sua parceira embarcou na jornada, use sua mão livre para pressionar suavemente sua barriga, logo acima da linha superior de seus pêlos pubianos.

Assim, a pressão suave do lado de fora pode ajudar a estimular ainda mais o ponto G dela.

Posições Sexuais que ajudam a encontrar o ponto G feminino

1. Estilo cachorrinho

Como fazer: ela fica de quatro e você entra nela por trás enquanto se ajoelha. Dessa maneira, o seu pênis fica naturalmente inclinado (levemente para baixo) devido ao alinhamento de seus corpos. Como resultado, você atinge diretamente o ponto G da sua parceira.

2. Pernas para cima

Como fazer: entre em posição papai e mamãe. Sente-se de modo que esteja agachado de joelhos. Posteriormente levante as pernas dela uma de cada vez e descanse os tornozelos nos seus ombros. Saiba que essa posição cria uma penetração realmente profunda e poderosa. Ter o corpo dela curvado para trás faz com que seja mais fácil você alcançar o Ponto G.

3. Mulher no topo (Cowgirl)

Como fazer: se encoste na cabeceira da cama, apoiado em algumas almofadas atrás das costas, de modo que seu corpo esteja em um ângulo de 45 graus. Assim, faça com que ela sente em você com uma perna em cada extremidade de seus quadris.

Sobretudo, estar no topo dá a ela o controle sobre a estimulação e permite que encontre o ângulo que funciona melhor para o Ponto G. Quando você está sentado, seu pênis é empurrado para trás em direção ao corpo dela e isso ajuda a esfregar contra a parede anterior da vagina.

4. De lado

Como fazer: faça com que ambos se deitem de lado, voltados para a mesma direção. A penetração inicial pode ser um pouco complicada nesta posição, então você pode precisar levantar a perna, mudar o ângulo de seus corpos ou fazer algumas contorções ao redor. O lubrificante ajuda também!

Aliás, quando você está por trás, seu pênis é capaz de esfregar até contra o Ponto G. Esta é uma posição menos intensa e pode permitir que vocês dois se sintam próximos e conectados.

5. Estilo cachorrinho modificado

Como fazer: comece em estilo cachorrinho, entrando nela por trás. Lentamente faça com que ela se abaixe até ficar de barriga para baixo. Vá seguindo o mesmo movimento permanecendo dentro dela o tempo todo. Esta posição atinge todos os ângulos certos!

Conclusão

Ao experimentar cada uma dessas dicas, tente se lembrar de se divertir! É fácil se distrair para localizar o ponto G feminino, mas você se divertirá muito mais se mantiver seu foco no que é bom para o casal.

Ademais, a prática leva à perfeição, e isso é especialmente verdadeiro quando se trata dessa zona de prazer da mulher. Quanto mais você estimulá-la e incorporá-la ao seu repertório de sexo, mais fácil será para a sua parceira alcançar o prazer que o ponto G oferece.

Dessa maneira, que tal aumentar a sua perfomance com algumas dicas a mais? Baixe agora mesmo o meu e-book e confira exercícios simples para durar mais no sexo e encantar a sua parceira!

Gostou do nosso artigo? Tem mais alguma dica que queira compartilhar com a gente? Deixe seu comentário aqui abaixo! Terei prazer de conversar com você!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *